Trabalhar na França: O novo visto de Férias -Trabalho

Categorias: Morar na França

This post is also available in: Português

Esse visto é sem dúvidas, a melhor oportunidade que os governos do Brasil e da França criaram nos últimos tempos. Primeiramente, pela bagagem cultural que o intercâmbio traz no contexto pessoal, mas igualmente por proporcionar  uma experiência profissional no exterior o que é sempre super valorizado na volta.

O Visto Férias-Trabalho (conhecido em outros países como Working Holiday Visa) foi criado através de um acordo bilateral e entrou em vigor no dia 01/03/2018.

Nice, Sul da França – 2019. @paoladecampos

Dessa forma, seu objetivo principal é dar a oportunidade para jovens brasileiros e franceses de passar 1 ano estudando e trabalhando no outro país. Um dos pontos fortes disso tudo, é que esse visto, quebra todo o tabu de que a França não é um país com grandes oportunidades de trabalho, assim como a Austrália, Estados Unidos ou Irlanda.

Inicialmente, aqueles que desejam aplicar para o visto, devem marcar uma data com o Consulado da França em São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília ou Recife.

Pré requisitos :

  • Ter entre 18 e 3O anos;
  • Poder comprovar 2.500 euros em reais;
  • Passagem de ida e volta;

Documentos:

  • Preencher o formulário do pedido de visto de longa duração;
  • 2 fotos 3,5 x 4,5 atuais ( nas normas francesas OACI, 3,5 X 4,5 cm);
  • Passaporte com pelo menos 1 ano e 3 meses de validade;
  • Comprovante de residência no Brasil;
  • Cópia da sua identidade;
  • Um CV em francês; leia também: Como fazer o currículo perfeito em francês
  • Uma carta de motivação em francês contendo o objetivo do seu projeto; leia também: Como fazer sua carta de motivação em francês?
  • Comprovantes financeiros pessoais dos 2.500 euros em reais;
  • Seguro de saúde internacional para toda a duração da estadia;
  • Certificado médico atestando boa saúde;
  • Antecedentes criminais;

Dicas para a entrevista no consulado:

Em primeiro lugar:

  • Otimize ao máximo seu encontro: isso quer dizer, não faça perguntas sobre assuntos que você tem acesso na internet, isso pode acabar gerando mais questionamentos durante sua entrevista;
  • Organize bem sua pasta com os documentos: pois se tem uma coisa que contraria funcionários públicos são dossiers desorganizados;
  • Aconselho levar 2 pastas transparentes: em uma coloque seus documentos originais e na outra as cópias;
  • Leve sempre “documentos adicionais”, mas obviamente, pense em documentos que estão diretamente ligados a sua demanda de visto;
  • Coloque os documentos na ordem pedida no site oficial e se prepare suas respostas.
  • Preveja os imprevistos e chegue antes da hora marcada no seu agendamento.

E se eu quiser continuar morando na França?

Eventualmente, para quem pensa em ficar mais tempo depois dos 12 meses do visto, até o momento, segundo informações oficiais da Embaixada da França, o mesmo, não pode ser renovado na França. Sendo assim, caso você tenha um projeto que ultrapasse os 12 meses cobertos por ele, deverá voltar ao Brasil e pedir outro visto que se adeque à sua situação (trabalho, estudos, etc).

Por outro lado, longe de mim, contrariar a lei, mas por experiência própria e de muitas outras histórias que acompanhei por aqui ao longo desses 5 anos de França… Acredito que dependendo do seu caso, possa existir uma exceção a essa regra. Na minha opinião, com uma proposta de um CDI ( Leia também: Os tipos mais comuns de contrato de trabalho na França: Intérim / CDD / CDI ) ou sendo aceito em alguma universidade, você possa ao menos tentar reverter seu caso daqui.

Dessa forma, recomendo que você pesquise essa possibilidade com antecedência. Procure fóruns na internet, pessoas que vieram com esse visto e grupos no facebook relacionados. Inclusive, existem advogados e associações que ajudam estrangeiros de graça, busquei ajuda quando era estudante para que uma advogada pudesse ler um decreto comigo e confirmar se minha interpretação sobre o assunto estava correta.

Contudo, eu não aconselho de forma alguma ficar ilegal na França, lembre-se que para ter um contrato de trabalho, se inscrever em uma universidade, ter uma conta em banco e outros serviços que dependem da administração do país, os documentos que que permitem que você more aqui de forma legal, serão sempre solicitados.

E você, vai tentar ou veio com esse visto? Me conta aqui sua experiência:

Deixe seu comentário